Montanha-russa pode ajudar a eliminar pedras nos rins

Segundo um novo estudo, uma das montanhas-russas mais emblemáticas da Disney World pode ajudar as pessoas com pedras nos rins. Os pesquisadores notaram que vários pacientes relataram expelir suas pedras nos rins depois de irem à Big Thunder Mountain Railroad, no Disney World, Flórida. “Basicamente, eu vi pacientes me dizendo que depois de andarem de montanha-russa, em particular no Walt Disney World, foram capazes de expelir sua pedra dos rins“, disse o pesquisador David Wartinger, da Michigan State University. Wartinger comentou que um de seus pacientes expulsou três pedras após andar na montanha-russa várias vezes.

Publicando seus resultados no Journal of the American Osteopathic Association, a equipe usou um rim artificial e uma variedade de pedras renais para mostrar que a montanha-russa realmente pode ajudar na eliminação.

Pedras nos rins são cristais sólidos que crescem em seu rim quando sua urina contém altos níveis de certas substâncias químicas – como cálcio ou ácido úrico – que não podem ser diluídas. Seu tamanho pode variar de um grão de areia a uma bola de golfe e causar muita dor no paciente. Isso porque a única maneira de se livrar delas sem intervenção cirúrgica é eliminando-as pela urina.

Mas, Thunder Mountain Railroad parece ser outra forma de eliminar as pedras. Para testar esta hipótese, Mitchell e Wartinger desenvolveram um modelo 3D de um rim, para que eles pudessem guardar em uma mochila enquanto passavam um dia no Disney World. O rim artificial continha três pedras nos rins e urina. As formações minerais variavam de tamanho: pequenas (4,5 milímetros cúbicos), médias (13,5 milímetros cúbicos) ou grandes (64,6 milímetros cúbicos).

Para realizar o experimento, foi necessário levar o rim na montanha-russa 20 vezes, colocando as pedras em uma parte diferente do órgão a cada volta. “Em um passeio, por exemplo, a pedra maior foi colocada na parte superior do rim; no outro, ela foi colocada no meio do rim. Em última análise, cada pedra foi colocada em uma localização do rim durante pelo menos um passeio“, explica Sara G. Miller para a LiveScience.

No final da experiência, eles descobriram que houve uma variável que não foi controlada. “A escolha de assentos na montanha-russa foi aleatória e determinada em função do lugar na fila de espera“, comentou a equipe. Essa variável fez diferença nos resultados. Quando os médicos se sentaram na parte traseira do carro da montanha-russa, as pedras se moveram cerca de 64 por cento do tempo. Mas quando eles se sentaram no carro da frente, elas só circularam cerca de 17 por cento do tempo.

Em seguida, os médicos realizaram um estudo analisando as pedras nos rins em outras montanhas-russas do parque. Os resultados ainda não foram publicados, mas eles sugerem que algo muito especial está acontecendo no Big Thunder Mountain. “Ao todo, nós usamos 174 pedras nos rins de formas variadas, tamanhos e pesos para ver se cada modelo trabalhou da mesma forma em outras duas montanhas-russas. Porém, a Big Thunder Mountain foi a única que teve resultados significantes. Nós tentamos Space Mountain e Aerosmith ‘n’ Roller Coaster Rock e ambas falharam“, disse Wartinger.

A explicação para isso é que os outros dois passeios são muito rápidos, não possibilitando o deslocamento da pedra. “A montanha ideal é brusca e rápida com bastantes voltas, mas não de cabeça para baixo ou posições invertidas“, disse Wartinger.

Mas se você está sofrendo de pedras nos rins, não vá correndo comprar as passagens para a Disney. Ainda são necessárias novas pesquisas, e a hipótese também precisa ser testada em pacientes reais.

Fonte: http://www.jornalciencia.com/montanha-russa-pode-ajudar-a-eliminar-pedras-nos-rins/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *