Como se formam as pedras nos rins.

Foto: Reprodução

Nosso corpo é uma máquina perfeita, porém pode acontecer de sermos diagnosticados com alguma doença ou condição que mude completamente a nossa forma de vier.

As pedras nos rins já incomodaram muitas pessoas, provavelmente você conhece alguém que teve ou até mesmo você pode ter tido, mas como se formam essas pedras? É o que iremos descobrir agora mesmo.

Para que servem os rins:

Antes de falar dessa condição, iremos relembrar a função dos nossos rins. Bom, como todos sabemos, nós possuímos um par de rim que são glândulas localizadas na região posterior do abdômen e compõe o sistema excretor e osmorregulador, assim filtrando e excretando dejetos presentes no nosso sangue.

Cada rim é formado por cerca de 1 milhão de pequenas estruturas chamadas néfron. Cada néfron elimina resíduos do sangue, mantém o equilíbrio hidroeletrolítico do corpo, controla a quantidade de líquidos no organismo, regula a pressão arterial e secreta hormônios, além de tudo isso ainda produz urina.

No geral, a função dos rins é filtrar o sangue para eliminar substâncias nocivas ao organismo, como por exemplo a amônia, ureia e ácido úrico, eles também atuam secretando algumas substâncias importantes para a nossa saúde.

O que são as Pedras nos Rins

Foto: Reprodução

Também conhecida como cálculos renais, essa condição tem sido uma causa frequente de procuras ao atendimentos emergenciais em hospitais da rede pública e até mesmo privada. Os principais fatores de risco para o surgimento dessas pedras são:

  • Fatores genéticos;
  • Pouca ingestão de água e outros líquidos claros;
  • Excesso de ácido úrico no sangue Infecção urinária de repetição;
  • Alterações genéticas que levam a um defeito na eliminação urinária do aminoácido cistina;
  • Sobrecarga de sódio na dieta;
  • Eliminação excessiva de cálcio na urina, conhecida como hipercalciúria;

Essas pedras sempre são endurecidas e ficam localizadas ou nos rins ou nas vias urinárias, são resultantes do acúmulo de cristais existentes na urina.

A presença do cálculo renal pode passar despercebida, mas também pode provocar fortes dores que sempre começam nas costas e se irradiam para o abdômen em direção da região inguinal.

As dores do cálculo renal sempre vem acompanhada por náuseas e vômitos e necessitam de atendimento médico para realizar o procedimento de retirada das pedras, já que elas não podem ficar muito tempo lá, pois podem acabar resultando em problemas ainda mais graves.

Fonte: Tricurioso.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *