Acerte os hábitos e combata as pedras nos rins

Quem já passou por uma crise de cálculo renal já conhece bem os sintomas: dores na região lombar que, após ficarem mais intensas, começam a se espalhar para a região abdominal e genital.

Casos como esse estão cada vez mais comuns em hospitais. “Casos de pedra no rim aumentaram, em média, 20% no pronto-socorro”, explica o urologista Gustavo Alarcon Continue Lendo

Alimentos que podem causar pedras nos rins

A dieta é essencial para evitar a formação de pedras nos rins e, é claro, para expelir mais facilmente caso estejam presente no organismo. No entanto, como diz o ditado popular, “é melhor prevenir do que curar”.

Então, apresentamos quais os alimentos que se deve parar de consumir, caso esteja propenso à doença renal ou já sofreu com cálculos renais anteriormente. Continue Lendo

Oito formas naturais de combater pedras nos rins

Para quem sofre com as dores advindas das pedras renais, ser capaz de combatê-la em casa pode ser de grande ajuda. Esse tipo de problema é comum e é causado por fatores que implicam mal funcionamento dos rins. Quem tem pedras nos rins uma vez, possui mais chances de tê-las novamente. As dores que seguem esse tipo de crise são bastante incômodas. Elas podem levar alguns indivíduos, inclusive, ao desmaio. A nefro litíase ou cálculo renal deve ser combatida assim que seus primeiros sintomas aparecerem, para evitar desconfortos. Fazer isso em casa não é impossível Aliás, isso pode auxiliar muito nos períodos de dor ou nos momentos mais desagradáveis. As pedras nos rins nada mais são do que acúmulos de resíduos sólidos. Estes acabam presos aos rins, gerando cristais que serão eliminados posteriormente na urina. Continue Lendo

Seis dicas de nutrição para evitar pedras nos rins

Quem já passou por isso, garante: os cálculos renais, conhecidos popularmente como pedras nos rins, rendem crises marcadas por dores intensas, praticamente insuportáveis, que começam na região lombar e se espalham para o abdômen.

O problema inicia quando há acúmulo de oxalato,  ácido úrico, cálcio e fósforo no organismo. Em grandes quantidades, essas substâncias se unem e formam cristais que podem causar dor e sobrecarregar os rins.

As causas da doença vão desde problemas genéticos e infecções urinárias até a alimentação — acredita-se que a mudança nos hábitos alimentares dos brasileiros seja responsável pelo aumento no número de casos registrados.

Alimentos com altas concentrações de ácido oxálico e fítico, por exemplo, prejudicam a absorção do cálcio pelo organismo, aumentando os riscos de formação dos cristais. Continue Lendo